sexta-feira, 21 de abril de 2017

Capítulo 16 (Novo Homem)

- Ei! Zachary
- Corbin!! quanto tempo... (cumprimentaram-se)
- Sim a loja está uma loucura nestes dias! Precisa de algo especifico?
- Parafina!
- Na última prateleira da esquerda basecoat e topcoat
- Levarei as duas!
- Excelente dia para pegar ondas
- Apareça por lá mais tarde
- Se o movimento diminuir irei!
- Combinado, até!

Saiu da loja e foi em direção a praia em mais um dia ensolarado, hoje estava tranquilo e depois de sua última conversa com Ryan decidiu que ficaria e criaria raízes onde seu coração estava.

- Ryan!
- Foi fabricar a parafina né!?
- Corbin estava atendendo hoje!
- Certo Dylan já esta na água 
- Só irei arrumar a prancha e entramos também.

Posicionaram-se na areia para aplicar a parafina sobre a prancha quando um grupo de mulheres passou sorrindo e Ryan sussurrou

- Estão dando mole para você
- O que?
- As mulheres Zac ( Revirou os olhos) vamos?
- Eu passo! mas você pode ir
- O QUE ??( Gritou e se acalmou)  loira, morena e ruiva o que mais quer da vida ??são perfeitas..
- Não a loira não faz meu gênero, a ruiva é muito fitness e morena.....
- O que tem a morena? (perguntou sério)
- Sei lá alguma coisa! Ryan vim para surfar e relaxar 
- Cada dia que passa você fica pior
- Vai começar com a ladainha de sempre ( Pegou a prancha e foi ao mar)

A tarde passou rápido e logo estavam em uma cabana aproveitando o por do Sol

- É serio isso?!
- Sim Dylan ele dispensou as três. É um louco! (Dylan deu risada)
- Não... só um homem apaixonado. E você conseguiu falar com ela estes dias?
- Enviei algumas mensagens e ela ainda não visualizou!
- Ha sim (ficaram em silêncio até Ryan se pronunciar)
- Até quando vamos bancar fadas madrinhas e brincar de contos de fadas?
- Ryan!
- É serio Dylan, será que eu sou o único que entende que ela preferiu seguir em frente a ficar com Zac??! Que neste momento enquanto ele aguarda mensagens ela pode estar com outro?
- Ei vamos com calma ( Dylan tentou tranquilizar o clima )
- Tudo bem Dylan, já passou da hora de ter essa conversa com Ryan
- Você jogou tudo fora por ela. Uma carreira brilhante, sua vida social e esta acabando com suas amizades para viver um romance fantasma ( Levantou-se e encarou Zac como se fosse atingi-lo e Dylan levantou-se preparado para o pior)
-  Eu não vejo as coisas dessa maneira ( Respondeu calmamente sentado)
- Você só não enxerga a realidade por que não suportaria saber que já não representa mais nada para Vanessa ( Respondeu ainda confrontando)
- Ryan, você não vai me tirar do sério, e não diga asneiras... eu entendo seu lado e agradeço por ter passado por um momento tão profundo da minha vida comigo, mas não diga coisas que não sabe
- O que??
- Eu posso aceitar o fato de que não tenha espaço para a nova vida da Nessa, mas eu sempre representarei algo para ela...
- Negativo?! ( Respondeu irônico)
- Foi intenso demais para que você entenda. Não estou cego para a situação em si, tenho certeza que em algum momento ela conhecerá outra pessoa, uma que não terá errado com ela...
- E então...
- Estarei aqui para vê-la feliz (sorriu com seus pensamentos)
- Não faz sentido
- Pense bem cara! Você esta alterado... eu aceitei os fatos .Hoje entendo que podemos cometer qualquer merda se crescemos com isso. Não mudei pela Vanessa, ela no meio de tudo isso só conheceu a pior parte de mim. É inocente e fiz porque era certo. Estou provando a mim mesmo dia após dia que posso ser melhor e viver bem sem depender das pessoas.
- E qual sua esperança neste lugar?
- Meu lugar é aqui, este sou quem devo ser e gosto do que representa. Minha carreira, minha vida social e minhas amizades entenderam que as pessoas só podem ficar se quiserem.
- E se ocorrer dela não voltar?( dessa vez Dylan perguntou enquanto Ryan absorvia as informações)
- Irei atras dela (sorriu) Minhas possibilidades só se encerram quando a tiver perto de mim novamente me olhando e dizendo que está tudo bem com outra pessoa.
- Você é incrível Zac (Dylan olhou com orgulho para seu irmão )
- E o que faz tudo isso valer a pena? ( Ryan perguntou cabisbaixo)
- Ela! Eu poderia ficar com qualquer outra pessoa, nada se compara a seu toque, sua pele... é intimo demais
-Você deve estar desesperado para que ela volte né?! (Riu entendendo seu amigo).
- Me precipitei na primeira vez envolvi pessoas no que era meu e dela, estou aceitando qualquer condição de amor hoje ( riu e ouviu seu celular apitar era ela)
- O que ela escreveu?? (Dylan e Ryan tentavam pegar o celular da mão de Zac que ria )
- Vocês nunca vão saber
- São nudes com certeza ( Dylan brincou e todos cairiam na gargalhada)





EIII Galera!! Como estão?? Espero que bem!! Capitulo postado e vemos Zac completamente amadurecido, chega de sofrência!! 🙌  E no fim Nessa ainda o respondeu suas mensagens !! Zanessa nunca acabará!!😍

Agora alheio ao capítulo vocês viram o novo clipe divo da Vanessa 👀👀👀 é a perfeição em pessoa!! Deixo o link: https://www.youtube.com/watch?v=W5j3bSprL1k

Baby V Come Back ♛♛♛

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Capitulo 15 (Voltando as raízes)

Ainda na noite Vanessa se arrumou para ir ao encontro de Austin. Durante o luau se surpreendeu por seu talento com a musica. Curtiu a noite e observou o quão diferente soava estar recomeçando seus relacionamentos. Quando terminou Austin sentou-se a seu lado e puxou conversa

- Você está linda!
- Obrigada Austin
- Se divertiu?
- Esta brincando?! Estava precisando disso para me desestressar, foi ótimo!!
- É maluco né?
- O que especificadamente?
- Nossa rotina, o tempo que passamos trabalhando e a importância que damos aos horários.
- Como se quiséssemos mais tempo sempre e não vemos o quanto já passou. É confuso...
- Por isso escolhi a música! sabe a paixão no agito ou na lentidão é uma forma de passar meu tempo com sensações únicas e transmitindo-as para pessoas, Amo o fato de me conectar com qualquer pessoa através do instrumento.
- Você toca muitíssimo bem ! Foi um prazer ouvi-lo hoje!
- Ora, seus elogios me deixam sem graça (brincou)
- Obrigada pela companhia mas, já esta tarde
- O que?! Na verdade são 2h30 da manhã! Bem cedo!
- Tarde para quem trabalha cedo!!
- Ei! curta o momento e esqueça o trabalho. Você já tem feito projetos incríveis na área mas quando se trata de você parece tão fechada!
- Me conhece a menos de 3 dias e diz que sou fechada?
- Estou equivocado?(pressionou)
- Talvez....
- Olha não sei o que houve com uma pessoa tão incrível como você...
- Muita coisa (riu nervosa)
- Faz pouco tempo que nos conhecemos e quero deixar claro que sou um ótimo ouvinte! No entanto quero deixa-la a vontade
- Sério sem investidas?! (brincou)
- Você já poderia ter subido não?! (riu)

Estavam na área externa do hotel, na piscina com dois drinques, conversando e dando a chance de se conhecerem. Austin era gentil e despretensioso e quando viu já havia amanhecido.

- Obrigada!
- Não me agradeça! Bom dia Nessa (beijou sua bochecha deixando- a em frente a porta de seu quarto) Descanse!
- Sim

A cama parecia bem mais macia naquela manhã e com seu corpo leve adormeceu . Magnífico!


⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪⧪



Em outra ilha Zachary observava da janela de seu posto uma chuva incessante

- Bom dia Zac!
- Bom dia Ryan! Como esta?
- Atarefado! Você tem o plano de voo para hoje?
- Sim já deixei no quadro anexado!
- Receio que você já saiba sobre a Inglaterra
- Sim...
- Hora de voltar  mano! Depois de tanto tempo fora
- Não sei Ryan...
- Ei quando você veio ao Caribe de férias sabia que um dia teria que retornar, desde a época das missões
- Eu sei...
- Nós viemos para estudar uma nova rota área para RAF anti terrorismo.
 Estudamos e aprendemos muito, desde o Afeganistão
- Não me lembre! (Virou-se e encarrou a janela)
- Ei vamos voltar não é?
- Eu não sei , já não me vejo por lá (ficou em silêncio)
- O que quer dizer? (estava apreensivo)
- Preciso pensar Ryan, vamos mudar de assunto...
- Não estou acreditando nisso.. como assim?! o que você quer da vida cara? É o seu trabalho
- Sim, já tenho muito tempo servindo a RAF sei como funciona...
- E....
- E  não é  mais pra mim
- Serio isso??
- Vamos parar com essa histeria toda!!
- Será que tudo sobre você é sobre ela?? (perguntou descrente)
- Eu não vou discutir contigo, e como disse eu preciso pensar no que fazer, não coloque a Vanessa no meio disso
- Volte ao juízo... (Zac o cortou)
- Aqui nunca choveu desse jeito..
- O que?!Que assunto sem nexo é este?
- O Caribe nunca foi cinza e frio como hoje...
- É seu aviso para ver como vai ser daqui em diante..
- Como assim?
- Zac acorda, o conto de fadas acabou e você está adiando algo por que esta agarrado a um desejo. Já pensou na possibilidade dela não voltar?! Ou no simples fato de que o cinza que você vê é tristeza por ela não ter ligado?!
- Volte a seu posto...

Ryan respirou fundo e ficou em silêncio por um longo período. Até onde Zac iria por Vanessa?! Estava cansado e incrédulo. Quando começou sua carreira na RAF ele havia sido seu mentor. Uma pessoa completamente diferente do que era hoje. Abandonar uma carreira de ouro por alguém que talvez nem voltasse era loucura. Alias tudo nos últimos meses era louco, uma montanha russa de emoções que por ser seu amigo compartilhava. Iria deixa-lo pensar e retomaria a discussão, quem sabe dessa a razão falasse mais alto...

- Antes de me retirar...
- O que?!
- O dia esta normal! Não tem nada cinza além de você (saiu)


Um suspiro pesado saiu e a mente fervia com dúvidas. Era isso seu humor era cinza.

- Volte depressa Baby V! Eu preciso de você..





Oie Galera!! Boa madrugada para vocês!! Como estão?? Tenho algumas observações sobre o capitulo de hoje

1° Para não perdemos o andar da carruagem e não surgirem  dúvidas sobre a conversa entre Ryan e Zac alguns esclarecimentos:

* No primeiro capitulo do Blog la em 2012 temos escrito que Zac é piloto da RAF (consultem para mais informações) força aérea britânica e veio ao Caribe passar ferias onde conheceu a Nessa...
* Pois bem passou muito tempo no Caribe por sua decisão e realizava algumas missões descritas em capítulos posteriores.. Nestas viagens temos o Afeganistão último país que Zac foi convocado a ir e traiu Nessa
* Desde então passou a retomar sua rotina e esta sendo convocado a voltar para Inglaterra suas raízes...


Para o próximo capitulo 100% Zac vamos ligar alguns pontos e clarear estes transtornos emocionais além do que a história não tem intenção de ficar na sofrência de um personagem. Entendidos??

Comentem galera e me digam o que acham da história ( Quero enfatizar a opinião de vocês porque peguei desde o inicio a historia para ver os conflitos em aberto e me arrependi pelo conteúdo!! Não sei como o pessoal lia. Não estou dizendo que melhorou, mas estou tentando aprofundar os clímaxs )

Parando por aqui!! Bjos gente 💗



quinta-feira, 23 de março de 2017

Capitulo 14 ( Segue o Fluxo)

Em algum horário próximo ao almoço

- Srta. Hudgens deseja algo?
- Não Marcos está dispensado por hora...
- Ouvi dizer que no menu de hoje teremos lagosta e musica ao vivo!Se der apareça no saguão ao 12:30 os hospedes adoram o musico e sabe é uma ótima oportunidade de capturar interesses culturais
- Estarei lá
- Com licença...

Desde que chegou seus momentos mais simples como um almoço com uma lagosta se baseavam no trabalho, hoje não estava em seu melhor humor e para ajudar desde a noite passada não tinha notícias de Ashley que a deixou sozinha em diversas reuniões e clientes. Por onde estaria? Ou melhor com quem estaria!!..

Adentrando o grande saguão do hotel encontrou  um clima agradável com musica ambiente e um glorioso menu a frente. Estava faminta e devido as papeladas acabou saindo por volta das 14 horas. Se sentou e observou que perdeu todo o movimento turístico do almoço se punindo mentalmente por não conseguir exercer todas suas funções.

- Vinho Srta?
- Branco por favor.
- Devo apresentar o menu?
- Não obrigada, ficarei com  o prato principal

O garçom se retirou e Vanessa degustou sua refeição. Optou por relaxar na área externa do hotel por dez minutos que fossem quando notou que Marcus seu assistente caminhava em sua direção

-  Srta Hudgens... por onde andou! A procurei durante o almoço para nos encontrarmos com os músicos
-  Literalmente fiquei presa com a papelada
-  Imaginei, no entanto consegui que a esperassem. (Pronunciou orgulhoso de seu feito)
-  Isso é maravilhoso!!! onde estão?
-  Na parte interna, conversaremos com Austin Butler
-  Excelente!!

Sentiu o corpo tenso quando descobriu quem era Austin Butler seria possível?! Onde estava Ashley neste momento?? Apresentações a parte e negócios a frente.
Durou 1 hora a reunião para que fechassem um contrato de apoio cultural que inseria musica típica aos hospedes em seu trajeto turístico pelo país.

- Obrigada Sr. Butler, será um prazer tê-lo conosco na equipe
- Por favor Austin!
- Claro... (ficaram em silêncio por um tempo) eu tenho que ir, nos vemos em breve
- Espere Vanessa! Hoje a noite teremos um luau no hotel e seria perfeito se você pudesse ir?
- Perfeito?! ( Deu uma risada)
- Eu disse perfeito?! (reparou nervoso) quis dizer viável...
- Quis?! (provocou gostando da situação)
- É não neste termo, você me entendeu (soltou um riso controlado e a encarou) depois deste embaraço todo te espero as 22:00.
- Profissionalmente falando estarei lá (sorriu)
- Claro profissionalmente...

Tinha um encontro?? melhor dizendo tinha um luau profissional para ir e por que não se divertir também?!
A tarde passou rapidamente quando adentrou seu quarto e encontrou Ashley com um sorriso no rosto

- A margarida resolveu aparecer!!
- Vany, desculpe eu não (foi interrompida)
- Pelo seu estado não precisa perder tempo explicando! Chris!! (gargalhou com o rosto vermelho da amiga) e que anel é este em!!!
- Então né no meio de algumas  loucuras fui pedida em namoro!!
- Loucuras né?! Estou feliz por ti (abraçaram-se) Mas como hoje eu fiquei com a dor de cabeça toda, estou saindo...
- Oi?! perdi algo?
- Talvez uma beldade costa riquenha ( Fez um suspense com malícia)
- Como assim, quando, onde e hãn?!
- Parando com as brincadeiras e abreviando a historia, hoje no almoço teve musica ao vivo e Marcus acertou com o músico um projeto cultural, e adivinhe quem é o músico?!
- O gostoso da praia (ficou eufórica)é o destino Vany!!
- Não Ashley é o trabalho (gargalhou)
- Duvido você voltar para o quarto hoje ( tirou sarro)
- Besta!
- Ué só insinuei que você estaria trabalhando muito mente pervertida!
- A minha né!? O "gostoso da praia" (imitou)
- Relaxa amore, sexo casual é saúde !
- Não surta ninguém aqui falou em sexo!
- Gata segue o fluxo!!



Boa noite galerinha!! hoje em vez da faculdade eu fiz capitulo =D Como vocês estão?Reparem no andar da carruagem... temos novos romances na história e agora vamos amadurecer os personagens. Quero entrar em um contexto que creio que todos nós passamos quando o assunto é seu papel para si mesmo e  para outras pessoas. Seu lugar e suas decisões. No meu ponto de vista não  existe nada mais bonito do que a independência sentimental ser entendida. É a formula para todos os casais e pessoas felizes !! Espero que gostem e me deem um toque sobre a escrita afinal fiquei anos sem estar conectada com este universo.

Agradeço a Rafa Diniz por acompanhar *--* e tentarei fazer o Austin  o mais amável possível  kkkk

Pra fechar o dia uma foto lacradora da Hudgens com seu hair divo!!




segunda-feira, 20 de março de 2017

Capitulo 13 (Costa Rica e Suas Beldades)

- Ashley, o que você acha desse trajeto? (Apresentei um novo outdoor de turismo para avaliação)
- San José, Liberia, Arenal e La Fortuna são todos locais paradisíacos! Perfeito!
- Ótimo antes de finalizarmos este assunto pensei  em sairmos para realizar uma seção fotográfica dos lugares. Sabe através dos nossos olhos fazer a campanha!
- Falou em sair é comigo mesmo,ainda mais depois de 1 mês trancada neste escritório!! Já estou até branca (deu risada)
- Como você é exagerada ontem mesmo você saiu com aquele rapaz o... (tentou se lembrar do nome do mesmo)
- Chris!!
- Isso!! bem alternativo ele!
- Bom de papo também! Agora veremos se vai rolar algo mais sério! Estou com a câmera vamos?
- Já!

O tempo caminhava depressa para Vanessa que via dias virarem noites num piscar de olhos pelo tanto de trabalho que desempenhava, já para Zac nem tanto

- Dois meses cara!! faltam 5!!
- É to sabendo você marcou no calendário (Ryan tirou sarro do amigo)
- Não enche!!
- Ta, a rapaziada chamou pra surfar hoje, bora?
- Vou ter que ir né, Sábado quente em casa não rola!

Chegando a praia encontrei com alguns colegas da RAF e outros amigos de Vanessa que estavam por lá

- Oi gente (cumprimentei o grupo que logo respondeu)
- Hey Zac tudo bom? (Monique)
- Vai indo né (dei um riso sem graça)
- Vamos aproveitar né gente, um Sol do deserto, um mar azul e cheio de gente bonita na praia, deixaremos a saudade para noite! (Ryan disse já pegando a prancha e indo ao mar, optei por fazer o mesmo! Já que não podia pegar quem eu queria pegar as ondas é o que tinha para hoje)


Após um longo tempo na roda da fogueira Corbin e Monique vieram conversar

- Ela adoraria estar aqui hoje!
- Sim, ela ama estar reunida com todo mundo! (sorri com a lembrança de nossos últimos encontros em turma)
- Sabe, conhecendo-a como nós vocês ainda tem alguma chance (Monique sorriu e Corbin completou a frase)
- Muito digna sua atitude de deixa-la. Mostra que você mudou. Vai dar tudo certo!
- Obrigado gente. (sentei ao fogo lembrando de seu sorriso e por algum motivo pensei que estivéssemos conectados)

Em Costa Rica

- O que há morena?! Por que as lágrimas ??
- Acho que estou com saudade Ashley (Nos abraçamos e a mesma ficou me acalentando até que eu ficasse mais calma) Vany você pode ligar para ele a qualquer momento! Aposto que ele adoraria ....
- É né... mas hoje está tarde quem sabe amanhã?! (sorri sugestiva)

Após uma noite mal dormida acordaram cedo para mais uma seção de fotos turísticas quando Vanessa passava pela praia e fotografava algumas pessoas reparou um homem bem atraente



 - O que você tanto tira foto para la?
- Nada (Respondeu prontamente corando)
- Deixa eu ver criatura, o que é bonito tem que ser dividido (Ashley travou uma pequena batalha pela câmera e quando a conseguiu deu zum na beldade segundo a mesma)



- Sua egoísta!! Tem potencial... olha os lábios carnudos e o cabelo, ta aprovado
- O que? (Soltou uma gargalhada)
- O físico é um magro bom! Eu investiria!
- Eu não te aguento, me devolve a câmera, vamos pro Hotel está ficando tarde.
- Certo mas admita que a Costa Rica tem suas beldades
- Admito que tem sua pessoas exóticas


Naquela noite trabalharam mais um pouco  depois foram se deitar. Vanessa se recordou da praia, mais especificamente do homem loiro na prancha. Corou com alguns pensamentos que a tomaram reconhecendo que ainda sentia desejo e o fato de estar carente mexeu com seu emocional. Não se reprimiu afinal com dizia a amiga o cara tinha potencial...


Oie gente como vocês estão? Este capitulo foi recheado de paisagens bonitas para serem apreciadas! kkkk. Espero que gostem e já passamos 2 meses dos 7 agora falta pouco mas, com Austin na jogada o que vai ser?? O papel dele na historia vai ser muito bonito e terá Vaustin terá seus momentos!

Continuem acompanhando e comentem se está agradável e no que pode melhorar! Um beijo a todos e uma excelente semana!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Capitulo 12 (Cuidem -se)

- Tudo pronto?
- Sim as malas já estão no carro e tudo referente ao hotel onde ficaremos está resolvido!
- Costa Rica lá vamos nós!

Durante o percurso ao aeroporto a conversa fluía animadamente

- O que você espera de lá
- Uma oportunidade fora de serie! pelo que pesquisei existem muitos parques nacionais que por si só geram a economia de turismo! Já pensou na agência instalando sua primeira filial fora do Caribe... além disso entrei em contato com alguns nomes importantes da região que aprovaram a ampliação das atividades turísticas. E para fechar com chave de ouro ainda nos permitiram elaborar o plano de ação com os melhores locais e atividades para os visitantes.
- Realmente quem pensou que íamos tão longe?? (Ashley pronunciou com um gigantesco sorriso nos lábios)
- Estamos apenas começando! a V&A tem muito potencial!



Em um curto espaço de tempo percorri a cidade toda em busca do aeroporto. Precisava encontra-la antes de sua  partida e estava vendo que o tempo não estava a meu favor. Um senhor estava a 10 minutos tentando estacionar um carro na fila gigantesca de táxis no aeroporto

- Com licença senhor (Gritei do meu carro)
- Pois não?
- O Sr. se importa se eu estacionar, eu preciso ver uma pessoa antes que o avião embarque.

O mesmo saiu resmungando da vaga e estacionei o mais rápido que pude, sai disparado a procura dela. Assim que a vi a chamei

- Vanessa!! Espera!! (Ela se virou lentamente)
- Mas como?? o que você...
- Não pergunte ( a puxei para um abraço enquanto Ashley nos olhava)
- Efron não vai fazer uma declaração romântica agora né?! (Ashley brincou com a situação quando segurei a mão de ambas)
- Escutem!!
- Diga Zac (Vanessa disse me olhando)
- Me prometam que vão cuidar uma da outra.. e que não vão esquecer que estamos aqui.... pra tudo. Ashley deixando nossas desavenças de lado inclusive esta da festa de despedida que não fui convidado (lancei um olhar sugestivo)
- Entenda o meu lado também... estou tentando ok!?
- Não vou julgar! Não me deixem sem notícias. Não quero perder este contato

Ashley avaliou a forma transparente com que Zac demonstrava suas emoções e medos e decidiu dar um espaço para que o mesmo se despedisse de Vanessa com dignidade afinal seriam 7 meses longe um do outro. Tudo poderia mudar ...

- Me perdoe se estou parecendo desesperado..
- Acredite também estou!( Segurou meu rosto delicadamente, me encarou sorrindo e pronunciou) estou com medo!!
- Você vai ficar bem (de repente uma tristeza me tomou o peito e foi nos meus olhos sem brilho e molhados que a mesma se focou)
- Não fique assim!! Lembre-se a angústia de ter perdido não supera a alegria de ter um dia possuído
- Na prática é bem diferente! (Segurei o ar em meus pulmões e disparei)Estou te empacando!Vim para desejar tudo de bom e dizer que estou torcendo por você
- Obrigada por ter vindo!(Me abraçou e senti aquele perfume pela última vez) e nós não terminamos aqui! (sorriu limpando algumas lágrimas que temiam em cair)
- Não?!
- Por algum motivo seus olhos não saem da minha cabeça e gostaria muito que a ultima visão dos mesmos fossem alegres e expressivos
-Serão quando você voltar.

Nos despedimos ali. Um ponto final?! Sinceramente não sei mas este longo tempo dirá...



Eai galerinha tudo bem? Passaram bem com as folias de carnaval!?
Deixo mais um capitulo para vocês, agradeço a Rafa Diniz e ao Anonimo pelo comentário e respondo que um dos motivos que também me inspiraram a concluir a fic foi o fato de entrar em algumas historias maravilhosas sem desfecho. Fora as que foram excluídas (tortura na certa) vamos que vamos terminar!! Um beijo!

domingo, 29 de janeiro de 2017

Capitulo 11 (Equilíbrio Emocional)

- Não acredito que você fez isso!!
- Ashley não foi nada planejado sabe... simplesmente aconteceu
- E agora?
- Não faço a mínima ideia do que fazer, já pensei em sair e conhecer  outras pessoas mas, não faz parte de mim ser assim
- Um novo amor poderia ajudar...
- Só se fosse ao acaso.
- Escute já faz um tempo que nós estamos adiando o nosso projeto profissional será que este é o momento?
- Pensei muito no assunto e sim este é o momento, vamos expandir nossas atividades, abrir o mundo para a V&A Turismo.
- É disso que estou falando garota, viagens, luxo e muito homem bonito
- Então não estamos falando da mesma coisa (Vanessa deu uma gargalhada de encher o peito e lembrou porque tinha Ashley como sua melhor amiga, seus padrões dinâmicos de ser superavam suas expectativas)
- Como assim?Sem luxo?? (perguntou divertida)
- Sem luxo, e sem homens bonitos, somente viagens a negócios
- É um começo...

Passaram a tarde fazendo uma programação de trabalho para o próximo semestre e projetando suas alternativas para ampliação de seus negócios. Profissionalmente estavam realizadas e com ouro na mão. Emocionalmente Vanessa sabia que sempre teria em quem se apoiar e agora era bola para frente e encarar o futuro com entusiasmo.


- Zachary estou orgulhoso de você!!
- Dylan preciso digerir o que eu fiz...
- Estou aqui ok? Vamos passar por isso juntos! sei que pode estar com medo, mas está feito
- Foi muito melhor dessa forma
- Sim. Vamos?
- Agora (sorri pela primeira vez em meses)

Passei por um período obscuro da vida achando que tudo que poderia fazer era me lamentar de uma situação. Três meses depois estou aqui afirmando que existe vida e que vale a pena vive-la mesmo sem ela. Retomei minhas atividades na RAF e busquei ser o melhor sempre.

- Vamos Zac? (Ryan me chamou pela milésima vez)
- Só mais um minuto
- Na boa, estou exausto  e não vou te esperar...
- Pronto bebê chorão, podemos ir...

Saímos da base e fomos a um bar para relaxar como sempre fazíamos depois de uma missão bem executada.

- Como esta se sentindo?
- Bem Ryan! Estou satisfeito com o que estou me tornando!
- Sente falta dela?
- Inevitavelmente.... mas considerando a situação é saudável
- Fiquei sabendo que ela desenvolveu uma linha de turismo entre as Américas que tem dado muito certo.
- É verdade conversamos sobre isso... (Ryan arregalou os olhos como se tivesse ouvido algo sobrenatural)
- Como assim conversaram sobre isso??
- Vanessa sempre foi fora de série e nos encontramos algumas vezes, a mesma veio falar comigo sobre seus projetos .... até fiz uma linha de voo especial para a V&A
- E não falou nada??
- Não tinha o que falar cara!  É Deus no meu caminho! Somos relativamente próximos depois do ocorrido, tenho conversado até com a Ashley sem ser ofendido
- Grande e inacreditável avanço!
- Tudo começou quando entendi que deveria começar do zero em tudo. Ela me perdoou o resto é conquista
- Não tem medo que apareça outro??Ou que nunca mais passe de relativamente próximos?
- Tenho! Não está em minhas mãos e se outro aparecer e a fizer feliz estarei lá. Por enquanto o relativamente próximos me mantém esperançoso.
- Muito maduro da sua parte! Mesmo sabendo que a mesma se encontra de partida para a Costa Rica
- Isso tem me tirado o sono, ainda tenho alguns dias antes de sua ida
- Vai tentar algo?
- Não é permanente Ryan e como disse abri mão do meu egoismo. Ninguém bate mais forte do que a vida, tudo depende do quanto eu aguento apanhar para então conseguir as coisas. Esta viagem é isso
- Qual sua expectativa?
- Que ela não me esqueça. Dizem que quando uma pessoa pensa muito em você, a outra pode senti-la estou pronto para colocar o ditado a prova..
- Mas..
- Ryan chega!Estou tentando manter meu equilíbrio emocional e assim está difícil!



Galerinha mais um capítulo para vocês.. espero que estejam gostando. Com essa historia nosso principal objetivo sempre foi apresentar algo que somasse na vida de vocês. Algo positivo para se ler e tirar lições de que se é possível vencer tudo quando acreditamos. Vamos passar por um período de amadurecimento na fic espero que acompanhem!! Um beijo


sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Capitulo 10 (Houve um tempo em que eu me importava Parte II)

Vanessa ao abrir a porta sentiu o corpo tremer e a cabeça girar. Seria possível que mesmo após tanto tempo ainda se sentira vulnerável a sua presença

-Posso entrar?
-Entre... (Atordoada)

Zac saiu da porta e ficou em pé esperando os batimentos cardíacos se acalmarem. Nada havia mudado na casa exceto alguns porta retratos com Paul que ficavam expostos em quadros. Com os olhos marejados segurou um deles e perguntou

-Ele te faz feliz?
-Sim...

Ficaram em silêncio durante um bom tempo.

-Me desculpe eu não devia ter vindo.
-Então por que veio?
-Achei que as coisas seriam diferente...(respondeu olhando-a)

Vanessa respirou fundo e preferiu não adiar o que há tempos a atormentava.

-Estou ouvindo Zachary, você teve tempo o suficiente para entender o que suas ações causaram. Se hoje você ainda não esta pronto, eu não esperarei mais...
- O que quer dizer
-Houve um tempo eu que eu não podia nem te ver, agora posso estar de frente a você que meu coração não sente mais nada. De cabeça erguida eu sai da sua vida. Se não te fiz feliz, perdão porque eu tentei.

Com certeza naquele momento eu senti que estava morrendo. Senti o peito arder e um sufoco tomar conta da garganta que no instante me provocaram lágrimas que se não saíssem me destruiriam por dentro. Senti o calor que emanava do corpo sumir e tive a certeza que pior que isso não ficaria. Estava sem máscaras e defesas e ela percebeu quando segurou meu rosto, me olhou e disse.

-Esta no passado agora, você não tem que ter medo de se abrir comigo. Estou esperando por isso(observando-a que reparei sua postura e feição inabaladas  e depois de um longo período respondi)
-Medo???Eu desejaria tapas, gritos, sermões, tudo, TUDO Vanessa, menos isso. O ódio dói menos, o rancor e a repulsa machucariam menos do que sua atitude (declarei desesperado). Eu não apareci antes não por receio, eu simplesmente não podia te desapontar novamente. Eu tenho nojo do que fiz, tenho vergonha de chegar aqui e tentar explicar o que aconteceu, eu só não quero acordar mais um dia sabendo que magoei uma pessoa que é tudo na minha vida

Vanessa estava sem ar tentando absorver o que tinha ouvido. Já não estava tão confiante, não se sentia preparada para chuta-lo de sua vida como havia ensaiado. Suas emoções estavam como um tsunami, no entanto não conseguia chorar, por mais que a garganta doesse para tal ato. Não consiga sequer encara-lo depois do que ouvirá.

-Vanessa?(se aproximou e a mesma recuo)
-Fique longe de mim (estava tão tremula que não se aguentava em pé, mas não iria ceder)
-Estou pronto para me ajoelhar, me humilhar por você....(ficou calado esperando algum movimento que não ocorreu quando continuou)  eu só não me imaginei fazer o que estaria fazendo agora. Eu entendo você e não forçarei nada ...olha pra mim (tentou chegar mais perto e mesma se encolheu) Por favor (soou tão suplicante como o último suspiro de vida que tinha em sua alma)

Finalmente Vanessa o encarrou e neste instante reparou através do ato Zachary o mesmo retirando o anel de noivado. Ele com o rosto vermelho de lágrima e a mesma petrificada profundamente sem conseguir demonstrar um sentimento se quer.

-Eu quero você feliz(disse alucinado olhando o anel em sua mão) e estou certo de que não sou o homem certo pra isso. Estou deixando-a livre e pedindo, aliais implorando para que você deixei-me levar tudo de ruim que te aconteceu.

- O que??
-Me cobrei muito neste tempo chegar em você e dizer coisas lindas que te fizessem ver o homem apaixonado que sou tentando concertar a burrada que tinha feito.Em toda essa equação a única coisa que não batia era você.
-Continua
-Você é especial demais e real demais para algo clichê. E o que eu não entendia antes hoje eu enxergo: nessa historia não existe o cara mau com intuito de usar a mocinha. Existe o cara que não conseguiu ser sincero com o amor de sua vida e hoje escolheu evoluir e se transformar em homem assumindo o que fez.
-Zachary..(a mesma foi interrompida)
-Por favor não esqueça de mim ta??(pediu como criança e se moveu para saída quando Vanessa o chamou)
-Você me fez feliz e eu considero isso. Só não era pra ser tudo bem?
-Você me perdoa?(Pediu sem nenhuma intenção ou malicia )
-Esta perdoado. E de tudo que você me disse, obrigada.. talvez agora possamos ser felizes

Zachary saiu da casa com o corpo dormente de tantas emoções, estava leve, emocionalmente destruído por talvez contrariar tudo que havia planejado. No entanto é sábio o ditado: Se você a ama deixa-a ir. A maior prova de amor que o mesmo podia dar era a oportunidade de recomeço de ambos e se futuramente fosse pra ser o mesmo estaria transformado não porque ela queria isso, mas sim porque ele estaria convicto de que hoje ele já era outra pessoa e lutaria de todas as formas possíveis para que o mundo visse.
Vanessa em sua casa chorou o que era necessário para um novo recomeço e reconheceu que talvez esse homem fosse o amor de sua vida, mas entendeu que nem sempre são os únicos que podem nos fazer felizes. Entre tudo que passou guardou para si todas as coisas boas do relacionamento e entendeu que tudo que era intenso nunca sairia de si. Assim como aqueles olhos azuis tão intensos...


terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Capítulo 09 (Houve um tempo em que me importava Parte I)

Nesse últimos 6 meses tenho tentando me adaptar as novas rotinas que criei. Passei a ser generalista quanto aos sentimentos que nutria e passei a observar que por mais cenários que criasse ou quanto mais batesse de frente com as pessoas próximas mas estava me afundando. Estava em casa com Dylan sentando em um sofá observando eu beber meu 10°copo de Wisky.

-Pare com isso!! Se beber resolvesse algo nós já estaríamos em outro patamar de vida
-Tem razão não resolve, mas me ilude e causa tontura
-Zac a vida ta passando... você simplesmente não está acompanhando
-Não quero viver Dylan. Sinto que tudo que vivi até hoje me levam a onde estou agora, mereço isso
-Não, não merece e sabe disso. Escuta muitas pessoas são boas em dar conselhos a vidas alheias, tente escutar este, melhor que isso o ponha em prática. Ninguém tem o direito de te fazer sentir um lixo  a não ser que você deixe. Se sua atual situação não te agrada, mude-a. Resolva isso de uma vez porque eu não aceitarei mais ser ouvinte para reclamações. Se culpe Zac. Grite, rosne faça o que quiser mas faça antes que te sufoque!!
-E se estragar tudo de novo?
-Tem como estragar algo que esta já está quebrado?? Recomece,construa novas possibilidades. Aceite que não tem como concertar o que fez, mas há como reconsiderar o que foi feito.
-Não quero ir la bêbado...
-Então não beba! escute....há diversas maneiras de chegar na Vanessa, você sabe que ela te receberia por mais magoada que estivesse. Não se esconda quando a luz esta na sua frente.
-Obrigado Dylan, nunca pensei que  pudesse me dar conselhos
-Está ai a questão tem muitas coisas que pensamos que não pudessem ocorrer que simplesmente acontecem. Agora vá
- Sabe Dylan, eu sempre esperei que as pessoas com suas palavras e olhares rudes pudessem entender que me afetavam e que eu estava pronto a ser sacrificado no entanto a única pessoas que tem o direito de o fazer não fez
-E sabe que ela não fará né?
-Sim

Uma conversa acolhedora e sincera era tudo que estava precisando, naquele dia senti um peso que estava em minhas costas sumir. E entendi que durante todo este tempo precisava de uma pessoas que se importasse se estava vivo ou não. Me senti preparado para encara-la depois de tudo. Reconheço que quando fechei os olhos na noite um buraco no meu peito se abriu me dando uma noção de como meu futuro seria a partir de amanhã.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

-Paul, você está certo disso??
-Sim, Nessa sinto que este é o momento de recomeçar e devo muito  a você por isso (abraçando-a)
-Sentirei sua falta
-É por pouco tempo. Neste tempo que passamos juntos percebi que conseguimos seguir em frente, no entanto você é mais forte que eu, preciso saber se consigo caminhar sozinho.
-Eu não tenho dúvidas que consegue! Boa viajem
-Guarda um espaço no coração para mim quando voltar
-Está guardado
-Amo você baixinha
-Também te amo (sorriu e abraçou o amigo que partia)

Vanessa havia amadurecido muito nestes últimos meses e começou a dar valor a pequenas sensações da vida onde não havia nada planejado e o elemento surpresa não a deixava mas apavorada ou ansiosa. Ver seu amigo partir de longe era angustiante. Quando estava na sala refletindo sobre o que faria ouvi a campanhia tocando

-Você???


Finalizamos o capitulo por aqui!!

Quanto tempo gente e quantas coisas aconteceram neste intervalo.Primeiramente gostaria de desejar um feliz 2017 de muita luz e saúde para todos. Em seguida dizer que eu não via a hora de voltar a postar aqui. Tantas coisas mudaram mas não me contenho enquanto não cumprir minha promessa de encerrar a  historia. Um abraço saudoso a todos e um beijo!