domingo, 23 de dezembro de 2012

Capitulo 4 (Passagem de tempo parte 3)

Foi uma das melhores viagens que nós fizemos , e como tudo que é bom dura pouco,nós voltamos e haviam se passado mais 2 semanas desde então.
Faltavam 6 meses para o casamento e tudo ia bem.

-Zac? (chamou o comandante da Raf)
-Sim senhor?
-Nós estamos enfrentando dificuldades no nosso confronto com o Afeganistão , você e sua tropa irão como reforço.
-Mas senhor eu preciso .. (ele me interrompeu)
- PRECISA IR AO AFEGANISTÃO É DISSO QUE VOCÊ PRECISA!! TEM HOMENS MORRENDO LÁ ,NÃO SE LEVE AO CAPRICHO DE QUERER FICAR COM SUA NOIVA (ele ficou um tempo calado se recompondo) É o seu país que está pedindo Zachary, somente obedeça .
          Não tive como argumentar, o que eu não esperava é que o confronto demorasse tantos meses. Hoje fariam 2 meses que eu estava longe de Vanessa e foram raras as vezes que conversamos. O que me deixava sufocado ,tinha feito muitas coisas nessa viagem e muitas delas não me orgulhavam.
           Em guerras como essa é muita sorte sair com vida e esse era o meu caso. A Raf afeganistã contra-atacou e eu estava despreparado.
           Acordei 2 meses depois na enfermaria e o primeiro rosto que vi não foi o de Vanessa. Era de Taylor enfermeira da base.
-Graças  Deus você acordou *me abraçou , não correspondi  não era esse abraço que eu queria*
-A Vanessa?
-Você merece coisa melhor que ela!e você sabe disso. Eu até entendo essa atração por ela, além do mais você sempre preferiu as morenas .
-Onde você quer chegar? Onde ela está?
-Lá fora.... ela não pode entrar ainda.
-Então eu saiu. *ela me segura e fica próxima dos meus lábios*
-Você teve tanto tempo para sair ... e  não saiu. Já fez sua escolha você a quer ,não precisa dela.
-Eu a amo!
- Quem ama não faz o que você fez e outra já fui amada também e sei que não é assim. Você se lembra??
-É passado .
-Mas te lembra alguma coisa??você me amou pode o fazer novamente.
-Não eu.....
           Eu fui beijado e me deixei levar, por alguma razão não me separei.
-Eu amo você.
            Aconteceu de novo, eu não pensei na Vanessa, nem no beijo estava estático. Quando olho para o reflexo do espelho e vejo ela.
-Eu posso explicar*me afastei o máximo que pude de Taylor*
-Não precisa eu vi! ela te beijou!! *senti um alivio momentâneo*
- Eu sinto muito!
-Eu sei que sente! eu vi o seu esforço para afastá-la *lágrimas começaram a molhar seus olhos*
-Eu ...tentei juro. *eu não conseguia explicar , não era certo eu o fazer quando ela não sabia nem da metade*
-Talvez essa aliança esteja no dedo errado *ela retirou a aliança e entregou na mão de Taylor que estava chocada*
-Não faz isso *supliquei*
-Eu não faço barracos você sabe. Não me humilho por ninguém e por mais que te ame *fez uma pausa para respirar* eu me respeito.
-Eu amo você não tenha dúvidas disso *eu estava como um adolescente que estava perdendo a 1° namorada*
-Não tenho! só que o amor é sensível e machuca.....não é a primeira vez.....nem a ultima . Eu fui errada. Você não é um homem que me pertence.
-Não desista de nós  Vanessa . Eu vou mudar *lágrímas desceram pelo meu rosto*
-Você ja desistiu Zac. Eu  não esperava isso de você só me culpo porque criei expectativas falsas sobre nós dois.
-Me perdoa.
-Está tudo bem.
-Eu não queria te magoar
-Parabéns magou e muito.(ela me olhou e eu perdi o chão) Sabe qual é a pior parte de um relacionamento? Se expor sabendo que é um risco, o sentimento é como um  cristal que pode cair a todo instante e é deprimente saber que só eu me esforçava para manter o cristal intacto. E hoje aqui eu não quero mais , me arrependi
-Não diz isso Vanessa, vamos nos casar há uma chance eu preciso dela
-Sinto muito . Eu amo você só que agora não é o bastante.
-Eu vou te dar o tempo necessário mas por favor, não me deixei.
Ela saiu, e eu desmoronei, sabendo que por mais que eu me humilhase não a teria de volta. Por que não me separei? Por que a fiz sofrer? Eu não sei o que está acontecendo só que doí muito. O que eu faço?


Esse capitulo é considerado leve pelo que ainda está para acontecer. Agora a historia passa a tomar seu rumo e dar significado ao titulo. Quanto as postagens vão ser assumidas pela Amanda para que não haja nenhum problema no desenvolvimento do blog.

Espero alguém ainda possa ler e acompanhar a história , porque o esforço para termina-la é grande.
Mas á partir do momento que assumimos essa resposabilidade não vamos deixar pela metade.

Desejo a todos ótimas festa e um próspero 2013 com a continuação de Cedo demais.

Um comentário:

O limite real de um homem termina quando começa a sua imaginação! comente vamos imaginar postagens melhores!!